“REC” e “A Bruxa de Blair”

Ultimamente estou viciada em filmes de “terror”, tudo isso porque sou meio doida e adoro sentir medo, vai entender.  No Netflix tem vários filmes de terror, mas a maioria não do estilo que eu gosto ( por favor, nada que tenha: muito sangue , massacre  e coisas do tipo. Meu lance mesmo são fantasmas e essas coisas paranormais) , e com muito custo encontrei alguns.

 REC é um filme espanhol, onde conta a história de uma repórter que está acompanhando o serviço dos bombeiros para mostrar como tudo funciona como é o posto e o que eles fazem ao receber uma chamada. Os bombeiros são chamados pelos vizinhos, para atender uma senhora, em um apartamento, onde ela esta presa e gritando. Toda a equipe vai acompanhar o caso, ao chegar ao prédio também há dois policias que foram chamados para o caso. Os bombeiros, policiais e a repórter entram no apartamento dessa senhora que está transtornada e ela acaba atacando e mordendo um dos policias.
Todo o prédio é cercado pela polícia e ninguém pode sair de lá. Eles acabam descobrindo que se trata de uma doença transmitida pela saliva.

Bom, eu assisti a este filme pensando que seria algo relacionado à assombração, mas me decepcionei! Primeiro porque o filme em si é ruim. Se você espera algo terror mesmo, de ficar a noite com medo, esqueça. Tudo ali parece The Walking Dead, mesmo no final relatando que era uma espécie de “possessão”, mas  para mim são apenas Zumbis.  Enfim, não gostei e não fiquei com medo – na verdade parece até comédia-.

x

A Bruxa de Blair , eu nunca tinha assistido e como todo mundo fala deste filme resolvi assistir.

O filme conta a história de três jovens que decidem fazer um documentário sobre A Bruxa de Blair, que vive em uma floresta e pega as crianças. (clichê) . Elas decidem então ir até a floresta e acampar lá para descobrir algo, porém eles acabam se perdendo e não conseguem sair desta floresta, enquanto a noite vários barulhos, risadas e coisas estranhas acontecem.
Todas as cenas foram feitas com uma câmera caseira, o que dá mais realismo ao roteiro, e deixando o telespectador bem apreensivo – parece que você está lá,com eles-
Ps. Por mais que pareça real, é uma ficção! Quando foi lançado chegaram a falar que era uma história real – tudo para ganhar o público-

Eu gostei, mas esperava um pouco mais! Infelizmente a bruxa não aparece, nem as crianças, nem nada. Mas, por ser uma gravação ”caseira” tudo se torna mais interessante, principalmente as cenas noturnas. Eu fiquei com um pouco de medo, pois não sabia o que podia aparecer na floresta, pensei que a qualquer momento a bruxa ia aparecer na tela gritando… Porém não aconteceu! Apesar de tudo, é um clássico e vale a pena assistir.

Talvez você goste desses posts

Deixe uma resposta